quinta-feira, 22 de novembro de 2007

O PORQUÊ DAS COISAS

Tudo no mundo tem um por que!
Mais parece que além dos porquês comuns, tem aqueles porquês irritantes do dia-a-dia, principalmente os do trabalho. Porquê?
Os mais comuns são:
Por que você chegou atrasado?
Porque você não fez esse trabalho?
Porque você faltou ontem?
Porque você não fica mais um pouco e termina logo isso?
Da vontade até de responder, por quê você não vai pra....... (Piiiiiii, censurado).
Mas por que será que a coisa errada só acontece na hora incerta?
É como diz aquele velho deitado “quando mais rezo, mais tentação me aparece”.
Por que é que quando você está mais “aperriado” tudo dá errado?
Por que é que no horário de sair pra levar um trabalho para o cliente, tem sempre uma informação de última hora para acrescentar na peça e ainda por cima você fica preso em meio a um engarrafamento no caminho?
Por que a impressora sempre dá pau na hora em que é mais necessária e, quando não dá pau, a tinta acaba no meio da impressão?
E por que é que quando você vai embora da agência o telefone sempre toca com alguém pedindo para você retornar por causa de um pepino que apareceu.
Por que quando você mais precisa do micro ele trava e pronto. E quando isso não acontece, há sempre um pico de energia que desliga tudo e você nunca está com as últimas modificações do trabalho salvas? E aí meu amigo, “só lamento”.
Por que eu não estudei mais como a mamãe mandou?
E agora, deu no que deu.
É, são muitas perguntas para quase nenhuma resposta concreta.
Por que heim!?

2 comentários:

Jeane Melo disse...

E me diz uma coisa...
Pq tu vez esse texto mesmo?
Hehe!

Andre Melo disse...

Mas por quê? por quê? Por quêêêêê?

www.jardimeletricosom.blogspot.com

vai lá e espalha