quarta-feira, 14 de novembro de 2007

"OUT TIME"

Às vezes e não raramente, sinto que estou vivendo em um mundo paralelo.
É que procuro me identificar com as coisas que acontecem em minha volta e não consigo, sinto como se estivesse fora de tempo.
Digo isso porque quando vejo os jovens cantarem suas músicas, não as conheço, eu nunca sequer as ouvi. Quando curtem alucinadamente suas festas com batidas eletrônicas, não me dizem nada, a mim soam apenas como um infernal barulho ensurdecedor.
Quando usam suas gírias abreviadas na internet, custo por demais a entender.
Olho com apreensão sua satisfação on-line nas lan houses, seus telefonemas intermináveis no celular e sua envelhescência cada vez mais precoce na adolescência.
Brincadeiras de roda, velocípede, bola, casinha, boneca, parquinho?! Só na primeira infância, depois disso é só internet. As crianças ficam adultas cada vez mais cedo. Não que deseje vê-las por aí, bobas numa sociedade malévola ou cantarolando músicas de minha juventude, mas que elas curtissem mais cada etapa de sua vida, respeitando o tempo certo para cada coisa.
Hoje, essas coisas acontecem rápido demais.
Sinais dos tempos, talvez?
Não que queira para meus filhos as mesmas coisas de minha infância, claro que eles devem estar em sintonia com o seu tempo, só espero, que a linguagem usada não destoe tanto da que entendo, a ponto de nos isolar em mundos diferentes.
Mas não é verdade que por causa de minha profissão eu deveria estar sempre antenado com tudo? Sim, mas o processo de mutação é mais veloz do que os valores aprendidos e do que tentamos acompanhar.
Minha esperança é de que certos ensinamento que ultrapassam gerações e modismos sejam por eles assimilados e que cresçam respeitando estes valores.
Se preservarem isto em si, terá valido a pena, mesmo neste mundo conturbado. Então, de onde estiver não me sentirei mais tão fora de “tempo”, Blz!

2 comentários:

Jeane Melo disse...

Quer saber?
Amei esse tempo.
O melhor de todos.

Bjs.

Jeane Melo disse...

Onde tem "tempo" tu substitui por "texto"...
Hehe!