terça-feira, 29 de janeiro de 2008

RENASCIMENTO

Vai velho amigo
Leva teu sorriso sereno
E alegra outros sonhos
Outros momentos
E outros tantos

Chovia quando te fostes
E a chuva brindava tua chegada
Teu renascimento
Nós aqui sentidos
Combalidos
Não vimos que sorrias
no alto firmamento

E a chuva se verteu de vida o verde
Na cor de teus olhos que brilhavam
Em teu rosto sofrido de silêncio
Nenhum pranto agudo
Nenhum lamurio se escutava

Vai velho amigo
Saudades ficam repletas de dor
De teus pares queridos em vida
mas sei que o que me alivia
é para que destino for
Tu agora caminhas tranqüilo
Pelos campos verdejantes do Senhor.

Um comentário:

Jeane Melo disse...

Lindo como o meu Francisco.

Brigada por tudo.

Te amo!