terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

O MEU ANJO DO LADO

Você conhece alguém que apesar de não ser da família, nutre por ele um grande carinho e pensa que sem ele talvez seus dias fossem mais cinzas que azuis.
Alguém que não dividiu com você a mesma escola, o mesmo parque e nem os mesmos amigos de infância e, ainda assim parece que ele e você estiveram sempre juntos.
Não sei muito se esta história de alma gêmea é verdadeira, mas acredito nos casos em que as pessoas são, por assim dizer, uma extensão da outra, embora não exista muito em comum entre elas. Sabe, ela é aquela irmã que falta para dar um pouco mais de atenção e dizer a verdade na tua cara porque gosta muito de você, e tem certeza que você não vai se ofender por isso. Muito do que há em nós mesmos, é resultado desta convivência positiva.
Você se sente bem pra conversar, pra sorrir e até para dividir alegrias, problemas e tristezas.
Mesmo que você a magoe, ela nunca te julgará menos merecedor de sua amizade. Creio que toda pessoa queria ter alguém assim, sem máscaras, sem meias palavras e, sobretudo, sem medo de dizer que está ali ao seu lado, embora a gente nunca se dê conta de quanto isso é importante.
Sou privilegiado, não tenho muito a oferecer, mas de bom grado acato tudo que possa me fazer crescer como pessoa.
Sou grato, posso dizer, tenho uma grande amiga, ela vale muito e talvez nem tenha noção de o quanto. O seu nome?
Jeane. E significa: “Deus é bondoso”, no caso de tê-la como amiga, principalmente para mim.
Nada é por acaso, por isso você está aqui. Que bom.
Anjos não são pessoas, mas há pessoas que são anjos.

Um comentário:

Jeane Melo disse...

Ahhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!Fala sério!!!

Quer me fazer chorar ou o que?

Me emocionei, viu?

Esse é o primeiro texto que alguém faz para mim.Juro!

Já guardei no coração e vou postá-lo lá no meu bloguinho,também.


Te amo! Conte sempre comigo.
Bjs.