sábado, 29 de novembro de 2008

TEXTUALMENTE FALANDO


Você olha para cá, mas não vê um texto. O que vê são símbolos gráficos tentando se acomodar para fazerem algum sentido. Hoje todas as minhas vírgulas fugiram, acredito que elas estejam solidárias com a falta de imaginação para fazer um texto.
Os acentos estão escassos, e no mercado de pontuação os sinais são vendidos a preço de ouro.
Putz! O que fazer?
Melhor não queimar o restante dos neurônios nesta luta hercúlea, a idade pesa, os dedos no teclado perderam seu rumo e o livre exercício de redigir tornou-se um pesadelo de fardo pesado.
Nossa Senhora da ortografia reformulada, escrevei por nós, perdoa os nossos erros gramaticais e nos conduzi ao texto perfeito. Assim seja!

Nenhum comentário: