quinta-feira, 30 de abril de 2009

HOJE INTERNET, AMANHÃ HOLOGRAFIA

Aqui permaneço, apenas um ponto de interrogação perdido entre linhas virtuais de uma rede de pessoas virtualmente mortas.
Não há emoção, somente uma conglomeração de bits agindo coordenadamente para criar a ilusão de tempo real. O tempo não é real. A realidade está fora das telas dos micros das lan houses e dos lap tops. Ela está mesmo morta pelo nosso vício de estar presentes aqui.
Fiquei tão obcecado com os avanços contemporâneos de minha mente ávida por tecnologia virtual, que me esqueci de como é viver.
O que somos nós sem a internet, os msn’s, os youtubes, os emails, os orkuts e os googles mundo afora.
Você consegue se imaginar sem eles?
Não! Então admita.
Sua vida real não passa de um reflexo do você seria se não tivesse feito de uma ferramenta de trabalho uma extensão de sua própria existência.
Dê Adeus à sua vida social presente, seja bem-vindo ao mundo virtual. Aqui, tentamos fazer das pessoas distantes, grandes amigos, como se eles tivessem convivido sempre com você, embora nunca os tenha visto.
Escancare sua vida, a internet não é mais que um grande Big Brother, onde todos sabem de você, embora às vezes, você mesmo não se conheça.
As informações estão na rede, embora nossos velhos não estejam nela.
Afinal, o que é a convivência pessoal, ela apenas demanda mais tempo por se estar perto das pessoas, em contrapartida com as mensagens instantâneas onde se ganha o que hoje em dia está mais raro do que nunca; tempo.

A internet hoje é assim, amanhã será coisa do passado, a holografia com suas projeções nos seduzirão para termos ainda mais tempo.
Agora, vou almoçar com os amigos, desculpe por não ter mais tempo.

Nenhum comentário: