terça-feira, 22 de setembro de 2009

PERDIDO

Tempo perdido
Viver sem pretensões
Sem sonhos, sem chão
Onde a certeza é só uma
Que o mundo passou ante seus olhos
E você absorto
Não notou que o tempo que passou
Foi somente
O prenúncio iminente
De um Tempo perdido

Nenhum comentário: