quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

A ÚLTIMA NOVA DO ANO VELHO

Olá meus queridos 3 ou 4 heróicos blogueiros que ainda lêem estes textículos perdidos. Desculpem ficar todo esse tempo distante, mas não é desleixo não, é o mal do século “a falta de tempo”. Mas deixemos isso pra lá.
Nada como começar o ano novo da mesma forma que se encerrou o velho; trabalhando.
Pois é, que Santa Maria das Campanhas Impossíveis me perdoe, sei que existem castigos e penitências pagáveis, mas ser convocado por força de contrato para trabalhar no último dia do ano, não tem preço.
No entanto, não reclamo, sei que em publicidade é assim mesmo. A noite perdida de hoje pode ser o primeiro pagamento de amanhã.
E aí, todo mundo quebrado com os gastos da farra do final de ano, mas eu não. Imagine o cenário, uma viva alma sequer numa agência fechada (a não ser esta alma penada aqui), a energia oscilando até ir embora e uma chuva torrencial. Por último tive que voltar em casa de madrugada para buscar os óculos, computador tem dessas coisas, deixa a gente míope depois de um certo tempo.
Mas, em meio a esse quadro,aproveitei para ligar para os amigos e desejar boas festas, todos estavam no litoral. Com isso, como diz o velho ditado só eu que “me torei”(ou seja, entrei pelo cano). Enfim é isso, mais um ano em que espero que tudo seja novo de novo. Feliz 2010!

Nenhum comentário: