quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

DE 1000 PARA 50 POR HORA


Estou dando uma desacelerada total, na verdade pisando forte no freio. O X da questão é que o ano que começa sempre traz uma lição não aprendida no ano que passou, e que por força, gosto, convicção ou necessidade você tem que priorizar. A minha meta agora, é olhar mais para mim e menos ao meu redor, essa lição vem do trabalhar demais e considerar todo o resto irrelevante. Depois do corpo reclamar demais, fiz um tour pelas clínicas e após vários exames, soube que pressão e colesterol alto podem de nocautear. Muito stress acumulado resulta no acendimento do sinal de alerta interligado direto na cabeça e no coração. Na verdade achando ser ainda novo, nunca liguei para esse tipo de coisa, mas as irritações, o humor sempre oscilante e a falta de paciência me levaram a uma situação de descontrole total. As dores de cabeça, a falta de calma, o querer estar sempre passos adiante me fez ver que nem tudo pode ser a mil. É preciso serenidade, calma e, sobretudo , humildade para levar a vida com tranquilidade. Prometi a mim mesmo este ano, não discutir, não perder com tanta facilidade a paciência, ser mais cortês, sorri mais e cuidar de fazer coisas prazerosas. Caminhar, dormir, escrever, desenhar, ver bons filmes, cantar, dizem que tenho a voz horrível, mas e daí, cantarei assim mesmo. Na minha idade o que conta mais é a qualidade de vida, o resto é o resto.

Nenhum comentário: