quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

PELAS ESTRADAS DA VIDA HÁ SOL


No caminho da busca pela felicidade já tropecei em muitas pedras de decepção.
Quem sabe agora não trilhe uma campina de realizações ou mesmo experimente nem que seja por tempo efêmero um pouco da brisa de esperança que sopra do horizonte.
A vida é assim, campos verdejantes de uma lado e descampados sombrios do outro, ora pendemos para um ora para outro, são direções opostas na encruzilhada do destino.
Não basta apenas cultivar sentimentos nos prados da alma, é preciso de verdade se apegar a eles, ou o que se chama de coração receberá apenas algumas gotas de sereno em diminuto tempo e imensos períodos de escasez de carinho.
Semear a vida com árvores que dêem bons frutos é apenas uma parte da estrada, a outra é fazê-los render de forma que se possa compartilhar o que chamamos momentos felizes. A metáfora serve para dizer que sentimentos tem que ter raízes, para poder se construir uma história e estar presente na vida das pessoas.
Talvez a melhor forma de se encontrar a tal "felicidade" é se deixar levar para onde haja sol, seguir sem muitas preocupações, viver um dia de cada vez. O sol brilha para todos, cada um o vê conforme conduz sua vida. Para o impaciente ele é irritante, para o trabalhador ele traz oportunidade, para o doente ele dá esperança, para o idealista ele mostra o tamanho do sonho, para o pessimista foi apenas mais um dia perdido, para a criança ele dispensa mais tempo para brincar, mas para mim ele é a verdade absoluta de que a cada dia eu nunca estou sozinho, é a certeza de que sua luz é a intensidade refletida da consciência de cada um, o brilho próprio das ações praticadas. O sol nasce e inunda a alma de luz, aquece o corpo e ilumina o caminho, o sol se põe e deixa sua mensagem de reflexão para que a noite possa ser testemunha de tudo o que foi feito durante o dia para que se tome as decisões corretas no amanhã, quando ele nascer de novo e te dar mais uma oportunidade para ser feliz. Por isso, carpe diem, carpe sólus (aproveite o dia, aproveite o sol).

Nenhum comentário: