quarta-feira, 28 de março de 2012

ESCOLHAS



Poder te querer é sonho
Mas não quero fazer disso um pesadelo
Afinal os sonhos são tão diferentes da realidade
E a realidade muitas vezes faz sofrer
Nunca foi de mim trocar o riso que brilha em teu rosto
Por lágrimas que  caem a te cortar por dentro
Quero ter a liberdade de agir, de escolher
Sem culpa, sem dor
Desejo imaginar que o momento eu e você
Seja leve como a nuance de uma cor
Sem mágoa, sem ressentimento
É como pecar mas não ser um pecador
Criança a brincar com fogo
Inocente ao perigo, sem noção do temor
Quero pensar que o amor é livre
E não engane, e não esnobe
Que seja o gesto mais bonito
Como dar o horizonte de presente ao olhar
é querer compartilhar,
por conhecer, por confiar
E que isso a mim importe
mas o que importa é te ter aqui
Coração e alma unicamente
Para nunca mais chorar assim
Para não ser mais tão ausente
Para não amargurar a vida
de um coração inocente
E matar minha paixão
antes que ela chegue ao fim
e nos dilacere o coração
Amemo-nos sem compromisso
renovando em meio a isso
o amor que é meio, fim
sem deixar de ser início.

sexta-feira, 23 de março de 2012

SEM MAR


Devo a mim mesmo contestar

Nunca fui de rimar palavras expostas veia afora

Tentar encontrar melhores formas de me falar a ti

Que seja assim

me afogo in-verso

e ainda agora meu eu é retrocesso

Sou cruel na minha parte mais doce

Percorro apreensivo o caminho que te trouxe

Do fim do avesso ou o avesso do fim que seja este o começo

Desperto para tantas palavras de um mesmo sentido

Mas não há nenhuma a me fazer sentir melhor

Pelo menos até agora, sou andarilho, sou só

Te faço feliz

Desabo por dentro

É nessa hora que tudo em mim diz

Não mereço você pois nada fiz pra ti merecer

Nuances de metade minha

Que não sabe mais estar sem ti.

E de tão morto quer viver

Já naveguei em pensamentos mais amenos

mas agora meu barco está esquecido, sem alma

perdido, sem leme, jogado na praia.

quinta-feira, 22 de março de 2012

ADÃO E EVA


Descobrir teu corpo é tão fascinante como adentrar no Éden e sentir novamente aromas e sensações agora tãos presentes da minha distante juventude
É muito mais que congelar o tempo num momento mágico
Quem sabe para guardar eternamente a lembrança
Do Prazer inaudível que tua alma sente e que se transforma em espamos a percorrer teu corpo
Você ri, seus olhos brilham, não há medo, se há, ele é sufocado pela boca ávida
que busca saciar a incontrolável a sede de paixão
Enquanto a tarde cai, vejo gotas de chuva no vidro da janela
Para todos os sentidos sempre há desejos a serem revelados
O teu é que a tarde não acabe
O meu é que tudo seja eterno, pelo menos, até o próximo encontro
Enquanto te vejo tão natural, procuro em mim desvendar o que tanto te fascina
Sei ao menos o que tu mesma revelastes, não há nada mais visível na cumplicidade
que apenas a clareza da alma.

segunda-feira, 19 de março de 2012

AMORES POSSÍVEIS


Debruço-me sobre lembranças vivas de um passado morto,
lembranças que são nuances de uma realidade que um dia destroçou meu peito,
mas que hoje são como fantasmas a fustigar incertezas de uma pergunta que nunca sera respondida:
Como seria se tivesse tentado?
Talvez mais feliz que sou hoje ou quem sabe tudo poderia ter dado em nada.
Não há resposta certa ou errada, apenas perspectivas que de um ponto de vista que nunca será suficiente para aplacar o turbilhão de caminhos que poderiam ter sido trilhados, mas que na verdade nunca foram marcados por minhas pegadas. Agora a única certeza é que certamente se a oportunidade para percorrê-los se abrisse à minha frente, a emoção não teria mais o mesmo efeito de quando vivida naquele passado.
O tempo é cruel, cura as feridas, faz-se esquecer, mas isso, nunca é definitivo.
Pois amores vividos, podem ser substituídos por outros amores até mais intensos, mas bem lá no intimo sempre ficará ela; a lembrança, aprisionada no sentimento e livre num universo de mil e uma indagações.

sexta-feira, 16 de março de 2012

WANDO CANTAVA A PAIXÃO, EU VIVO


Lá vou eu de novo, coração nos olhos

num final de tarde, me sentindo assim

Cheio de vontade, de te ver de novo
Coisa cristalina meu raio de luz

meu amanhecer
Coisa cristalina,

mata meu desejo, mata minha sede,

deixa eu te querer
Queria ser um beija-flor

repousar no seio desse teu amor e ficar
E da prisão desta ternura nunca mais sair

Coisa cristalina vem brilhar em mim.

quinta-feira, 8 de março de 2012

terça-feira, 6 de março de 2012

PALAVRAS DE UMA LINDA MULHER


"Mas o amor, o amor mesmo, o amor maduro, o amor bonito, o amor real, o amor sereno, o amor de verdade não é montanha-russa, não é perseguição, não é telefone desligado na cara, não é uma noite, não é espera. O amor é chegada. É encontro. É dia e noite. É dormir de conchinha. É acordar e fazer um carinho de bom dia. É ajuda, mãos dadas, conforto, apoio. É saco cheio, também. Porque de vez em quando o amor enche o saco. Tem rotina, tem manhã, tarde, noite, tem defeito, tem chatice, tem tempestade. Mas o céu sempre limpa. Porque o amor é puro como o azul do céu."

Para meu Amor azul como o céu! Beijo.