segunda-feira, 23 de abril de 2012

VIVERES



Se eu estiver chato, seja paciente,
se eu me mostrar estranho, apenas me entenda,
se eu parecer distante, fica a meu lado,
se eu nada falar, olhe em meus olhos e eles revelarão minh'alma
se eu sumir, me procure sempre,
se me irritar, me acalme por nós dois.
Eu sou contrastes, paradoxo do normal, estranho as vezes,
mas o mesmo que você conheceu.
Eu erro, mas me esforço pra te fazer feliz.
Amo de paixão tudo que significa arrancar um sorriso teu.
Sofro por não saber captar tua alma, perceber a essência do quão importante
é para você nos fazer estar bem.
Desculpa o amor não dado a exigir de ti muito mais que sonhas receber.
Sou o elo de nós dois, que da mesma forma que nos une, rouba uma parte tua.
Sou apenas uma faísca dessa paixão perdida no caos, mas, mesmo assim, dentro dessa desordem cega, segue uma ordem desconexa a completar com sua imperfeição a perfeição do amor.
Sou prelúdio de algo maior, epifania que não ouso possuir sozinho, porque o amor foi feito para ser vivido por dois corações, que embora díspares, repartem o mesmo sonho.

Então, se eu não tiver mais sonhos, realize-os por nós dois.

Nenhum comentário: