segunda-feira, 21 de maio de 2012

AS FALAS DO REI DAVI



Assisti a alguns capítulos da série Rei Davi, gostei do que vi, mas com algumas ressalvas. Para mim alguns diálogos não se encaixam, frases e expressões do tipo “Eu estava só brincando”, “toque feminino”, “obrigado”, “porcaria” dentre outras, apesar de serem adaptadas para um contexto atual,  são coisas que não podem acontecer num roteiro para uma super produção como essa da Rede Record.
O figurino, os cenários, as locações, os atores e as cenas de ação, tudo de primeira qualidade, contudo, na minha opinião, há falhas na questão da fala dos personagens.
Em alguns diálogos, como por exemplo, o de Jônatas com Selima, que tal “não te aborreças com o que falei, são palavras tolas” ao invés de “Eu estava só brincando” ou “Com sua presença aqui sei que deixará essa tenda muito mais bela” ao invés do “toque feminino”, essa expressão levaria séculos para ser criada. Além de que a sociedade da época era totalmente patriarcal e a mulher não tinha vez.
Na fala do Pai de Davi, quando ele reclama porque o rapaz está tocando harpa, ficaria melhor “Não desperdice tempo com esta tolice” ao invés de “Porcaria”.
Mesmo quando Davi salva a filha de Eliã, a fala mais apropriada seria “Agradeço por salvar minha filha” em vez de “Obrigado”, esta é outra expressão certamente inexistente na época.
Mas são apenas observações, quem sabe o que quiseram dizer os autores quando escreveram o roteiro, talvez usar expressões que o grande público entenda e se identifique, entretanto, elas ficam completamente fora do contexto histórico, e isso, é uma coisa com a qual tem que se tomar muito cuidado, afinal, para coroar uma superprodução tudo tem de estar perfeito.

Nenhum comentário: