sexta-feira, 14 de setembro de 2012

DE VOLTA OUTRA VEZ


Muitos dias se passaram e sumi daqui, destas páginas que guardam lembranças imemoriais.
O tempo já não me é tão solícito e este, é o único bem irrecuperável depois de perdido.
Volto para minhas letras, minhas reminiscências, volto para meu blog, este companheiro inseparável de horas de inspiração, ou não.
Já sou grandinho, apesar da baixa estatura, para manter um diário, então deixo apenas o registro de alguns pensamentos, poemas e desejos ocultos semirevelados.
Meus amores, meu amor, minha vida, tudo está descrito aqui. Penso um dia reunir tudo, e fazer um compêndio daquilo que ninguém quer ler, mas que no fundo gostaria de dizer e que de verdade, sou eu.
Sou o que sou, nem mais nem menos, apenas a medida exata do que pode se esperar de mim.

Nenhum comentário: