quarta-feira, 31 de outubro de 2012

CHORA CORAÇÃO




Não acredito
Nem admito
Que você me abandone
Vou a delito
Faço um conflito
Pra não perder você
Briga comigo
Qualquer castigo
É duro mas dá pra entender
Mas esse olhar inimigo
Meu Deus, é comigo
E eu não sei nem porque
Chora coração
Grita coração
Pulsa, coração
Faz ela entender
Nunca amei alguém assim na minha vida
É questão de vida ou morte
É pra valer

terça-feira, 30 de outubro de 2012

UM NOVO COMEÇO



Hoje vislumbro um novo começo, novo trabalho, nova vida, agora virão dias diferentes. Na verdade sinto-me leve, disse a todos tudo que me ardia na garganta e na alma, se entenderam, gostaram, odiaram, não sei. Mas sei que as relações de amizade e respeito continuarão. Não há mais máscaras, quem está comigo e torce por mim, mostra-se verdadeiro. Devo me preocupar com o que me é mais caro, meus filhos e o futuro deles. Quanto a mim, busco encontrar uma nova motivação, uma nova alegria, um novo motivo para descobrir o valor que de fato se deve dar a liberdade.
Não culpo ninguém, não busco ser compreendido, o que busco é encontrar a mim mesmo.
Ser mais eu, desfrutar a alegria, ler mais, sorrir mais, viver mais.
Quanto ao amor, esperei demais dele, só que ele não soube esperar por mim, dei a ele as chances que pude dar, de retorno só tive as dúvidas e a insegurança.
No fim, estou como sempre estive, só.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

VIVER TUDO ISSO



Eu sou o indivisível em mim mesmo, o flagelo de sentimentos perdidos. Sou seu bem, seu mal, fogo queimando sem arder.  Se há dor, está misturada com uma estranha sensação de felicidade. Um sentir-se bem, talvez um tormento, talvez uma alegria com misto de tristeza e, se faço brotar em ti tudo isso, então há uma razão para estar em teus pensamentos.
Você me provoca transloucadas emoções proibidas de serem ditos, mas que podem ser vividas. Ao mesmo tempo, faço percorrer espasmos pelo teu corpo, estou em tua cabeça, em teu coração e em tua vida e, por mais que você tente, não consegue vê-la sem mim.
Fico no limbo de teu pensamento, uma hora me amas, outra desprezas, mas no fundo bem sabes que de alguma forma eu te completo e te transformo, bem como tu a mim.
Que se viva o que se tem pra viver, o tempo não volta, então, permita-se ser feliz.
As escolhas? Temos que fazê-las, sejam acertadas ou erradas, há de se viver com as conseqüências.
Sempre buscamos apoio de outras pessoas para vivermos nossas vidas, contudo, devemos saber que um dia, teremos que andar sozinhos, e aí, não haverá estes outros para nos orientarem ou mesmo apontarem uma direção. Isso chega a dar medo, mas faz parte do aprendizado disso tudo que chamamos - vida.
Hoje o tempo escorre pelos dedos como a areia, amanhã há que se lamentar apenas o tempo perdido com o que não pode ser vivido.
Então, se é para ser feliz e experimentar tais sensações, vivamos.