quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

O TALENTO ESTÁ NA ORIGEM


Se Deus fosse fazer uma avaliação a meus respeito, certamente me diria - lhe dei um talento especial e o que você fez com ele?
Eu responderia:
 – realmente desperdicei meu talento. Me desgastei com outras coisas e esqueci de que poderia desenhar a vida como eu a via quando era mais jovem. Desisti de investir mais nesse talento. Sem desculpas Deus, busquei só sobreviver e me adaptar às circunstâncias, isso me foi tirando o tempo para aprimorar meu dom.
Mas não é tarde, vejo que o Senhor compensou meus erros, meus defeitos, minha insensatez e, como resposta à minha negligência, multiplicou o meu talento.
Hoje, vejo que tanto meu filho como minha filha tem o mesmo talento que eu, são pequenos grandes desenhistas, era assim que me chamavam quando criança.
Acredito que o que passamos na vida, no dia a dia são peças de um quebra-cabeça para montarmos o futuro.
Estou lendo um livro onde o conceito principal para se ser feliz é retomar às suas origens, este, será meu propósito de vida.
Engraçado como o Senhor fala com as pessoas, descobri isso quando li o livro.
Descobri que objetivo, apesar de distante as vezes, é mais imediato que o propósito, pois este último é que nos norteia a vida toda.
Ser mais feliz, resgatando o que há de melhor no nosso começo para concretizar o presente e traçar o futuro.
Volto agora para as origens, revigorando a multiplicidade de dons através dos meus textos, meus rabiscos, meus desenhos, minhas leituras, meus estudos, meu trabalho, enfim, volto para uma vida de verdade.
A mudança é lenta, é um jogo de paciência e sei que sou testado todos os dias.
As vezes é preciso ouvir certas verdade, ditas com palavras tão profundas que me sangram o coração, não posso conter as lágrimas, choro e, ao mesmo tempo morro um pouco por dentro. Não se muda da noite para o dia, é preciso desconstruir-se por dentro para nascer novamente. Este é um processo que nos lapida aos poucos, mas o importante nisso tudo é que as pessoas sempre querem te ajudar, mesmo que seja por caminhos que não estamos dispostos a trilhar.
O que realmente importa é a gente se olhar por dentro, se corrigir, se reeducar para mudar a postura, isso não quer dizer se policiar, pois se assim o for, você só vai estar mascarando o que realmente é. É preciso se renovar para poder renascer.É preciso redescobrir seu talento para não desperdiçá-lo.
Talvez Deus, o talento que me foi dado tenha sido para me trazer até aqui, olhar para trás e ver que apesar dos meus muitos erros e defeitos, ainda assim, tenha valido o esforço de Você acreditar em mim.

Não tenho nada de que me queixar, apenas agradecer por poder ver de que apesar das minhas limitações você jamais desistiu de mim. Sabe como sei disso? Pelas pessoas que você colocou em meu caminho, por elas gostarem de mim como sou, com todos os meus inúmeros defeitos. Obrigado!

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

MEU DEUS IMPERFEITO


Quando vejo que não sou tão arcaico quanto pensava, aposto sem medo de errar que essa convicção se baseia nos exemplos e atitudes de pessoas muito mais retrogadas do que eu imaginava.
Respeito as posturas, as escolhas e as opiniões divergentes, não sou obrigado a aceitá-las, mas sou contra se querer impor à força sobre os outros, sua forma de pensar.

Não somos ilhas, dependemos uns dos outros e por mais que tentemos negar isso, não suportaríamos a ideia de vivermos sozinhos, senhores de nós mesmos sem a companhia de outras pessoas, sem suas ações tão divergentes das nossas.

Penso que temos livre arbítrio, até aí tudo bem, Deus é de todos, por todos e para todos, e interpretado das mais variadas maneiras. Existe a certa? Se não há como responder isso com certeza, então posso pensar que inclusive deus sou eu. Então, não queira me fazer engolir sua maneira de interpretá-lo ou aceitá-lo, adorá-lo e coisa e tal.

Contudo, é preciso que se dê liberdade de interpretação para que cada um manifeste sua própria maneira de ver o mundo, Deus ou que quer que seja.

Desculpe-me quem não me entende, mas cada pessoa é um universo particular e deve ser respeitada em seu espaço.

Devia ser mesmo proibido conversar com certas pessoas sobre míticos assuntos como: religião, futebol e política. Nunca, inclusive pelas peculiaridades dadas a cada pessoa e a cada assunto em particular, haverá entendimento que agrade a todos sem tolher essa ou aquela forma de pensar.

Vou agora me fechar em meu labirinto de dúvidas e certezas egoístas, construir minhas crenças e meus deuses segundo meu próprio evangelho, minha própria lei, que de verdade é mais próxima do real, pois não é perfeita e é cheia de indagações, passível de inúmeras interpretações e igualzinha à minha e à sua condição – extremamente humana.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

SOU O QUE SOU

Que se afastem de mim os que pensam que podemos ser perfeitos, não creio em suas intenções, eles pregam virtuosidade e são de verdade como vampiros de alma.
Prefiro a companhia dos fraquejantes, pois apesar de tudo, estão sempre buscando erguer-se e continuar. E de verdade, não têm vergonha de reconheceram seus erros.
Não me apego a esperanças vãs, mas tenho em mim um carinho especial por algumas utopias. Entre elas, estão aquelas que ainda me fazem crer que as pessoas, apesar de suas sombras, podem irradiar um brilho que faz toda a diferença.
Desculpem-me os incautos da psicologia humana, não julgo ninguém pelas atitudes, mas sim pelo que resulta delas.

Para o bem ou para mal, sou apenas um incompreendido que engrossa a fila dos talentosos de espírito e pobres de coração.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

ENTRE ACHADOS E PERDIDOS


A salvação do que sou e do que represento não repousa em mim mesmo. Ela é fruto do ambiente externo, algo que por mais que eu tente controlar, não consigo, porque ela é inerente ao poder de compaixão e ao mesmo tempo da boa vontade das pessoas que me cercam.
Baseado nessa filosofia, é que muitas vezes afundamos nossa vida em mágoas, decepções e sobretudo num policiamento sem sentido de quem realmente somos para a percepção dos outros. Os mesmos outros que se utilizam da sua maior fraqueza - a amizade - para usar como ferramenta de manobra do seus sentimentos, o que reflete direto no caráter de quem você é ou do que pode se tornar.
Uma vez  que a partir do momento que se passou a manipular informações, passou-se a manipular a mente, e porque não dizer o espírito das pessoas.
Não creio mais nas informações terceirizadas a respeito de mim mesmo. Elas apenas atiçam processos nos quais uma vez desencadeados passam a te marcar pra sempre. Pois que como pessoa, e nessa condição humana carrego comigo os meus defeitos, minhas imperfeições, o que me faz suscetível a erros e, porque não dizer, a continuar errando, pois o erro é o maior instrumento de aprendizagem, uma vez que, quem não erra ou sucumbe, não pode tirar lições disso. A experiência de vida surte mais efeito que é sua e não de outrem.
É como se você nunca tivesse vivido uma situação igual ou semelhante, falar para alguém que sabe o que ela está sentido. É fácil se perder sozinho, o difícil é o caminho inverso.
O talento, descobri, não é tudo. Ele deve vir acompanhado do que chamamos de ponto de equilíbrio. Mas depois de tantos desencantos, percebi que o que me causa dor é o torpor do esquecimento e, o que ainda se mantêm puro e incorruptível é apenas o meu talento.
Levei muito tempo para descobri que o melhor da vida não está aqui ou acolá, está em ser feliz consigo mesmo não esquecendo de lembrar de esquecer de vez o 'juízo terceirizado' que fazem a seu respeito.
Às vezes, me vejo deslocado, perdido, contudo, vislumbro ainda na multidão em que me encontro, duas ou três pessoas que se esforçam para compreender a natureza do meu ser.
Posso até não me tornar melhor a cada dia, mas tenho certeza de que de alguma forma, em algum momento, entre as muitas decepções, consegui arrancar o sorriso de alguém e, mesmo transloucado, mas ciente de mim mesmo, sinto que contribuí para fazer alguns segundos do dia de alguém, algo bom de ser vivido.

Despeço-me com minha síndrome de tormento na alma em dia de chuva, onde a luz já não clareia e o cinza do tempo paira entre o fim do dia e o começo da noite.
Ps. Avisem-me quando o céu estiver azul.

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

A VEZ DE CADA UM

Das mudanças de vida que se transcorrem no dia a dia, passei a viver pra mim, sem pensar e agir ou viver em função dos outros. Não há retorno, pois as pessoas se esqueceram que a vida é uma via de mão dupla. Essas lições de nascer para ser humilde e servir, só valem mesmo se a coisa funcionasse como essas correntes, ou seja em forma de pirâmide. Quem é muito humilde termina por se sujeitar ao limite de não saber o que é ser um colaborador e o que é ser um puxa-saco. O que fica de verdade é: humildade demais é a mesma coisa que se abaixar demais, termina por aparecer a bunda.
Então hoje a realidade na selva urbana de pedra e concreto é cada um por si, e ninguém por todos.

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

DESCOBRI QUE MORRI


Ando destruído por dentro
porque descobri que o amor perdeu
foi morto a cada dia
por pessoas que não estarão aqui no futuro
para ver o quão bonito era esse amor.

O amor perdeu
desisto de lutar
não há glória em lutar sozinho
e do outro lado
ninguém está lutando por mim.

Por fim, desisto.

Espero agora que alguém me dê a mão
e me ajude a levantar.
Te pedi pequenas coisas
que nos pudesse manter vivendo
e cultivando o que há de mais bonito em nós
só pedi teu amor, tempo
e compreensão
Ganhei apenas o vazio da solidão.
caí em mim,
o amor perdeu.


quinta-feira, 19 de setembro de 2013

QUERIA SER PRA VOCÊ

Eu queria ser pra você bem mais que a nuvem que dá vida ao céu azul
ser os minutos que passam silenciosamente para não interromper teu sono
ser a brisa que alegra teus cabelos ou o sol que realça teu olhar.
Talvez a escuridão da noite para abraçar teu corpo e te envolver,
mas eu quero ser muito mais pra você
a ânsia de te ter todo dia, a água que desliza e te suaviza a pele
poderia ser até o ar perfumando os caminhos onde teus passos te levar
queria despertar de manhã e ver que você está ali
que essa realidade existe, que não é imaginação o que vivi
Eu queria ser pra você a própria vida, para ter o privilégio
de saber que você é minha razão de existir.
Eu queria ser o amor, para você se entregar sem medo de errar.
queria estar todo dia junto contigo, ser a maior emoção
desse sentimento ímpar
que está em teu coração.

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

QUANDO CHEGAR A HORA

Viver, descobri que é bem maior que se colocar à disposição do amor de alguém.
Amar machuca quando você ama sozinho e não tem o retorno de quem espera
Gostar, é mais do que falar, é se dedicar a quem se ama, com pequenos gestos que ninguém faz a você.
Há quanto tempo não tenho um beijo de amor, há quanto tempo me sinto tão só?
Ela não vem, não virá, não vai me telefonar ou mesmo dar um toque, como mesma prometeu. ela não fará isso, nem por amor, nem por saudade, nem mesmo por consideração ou por pena. Poderia só dizer, deixa eu te ver, nem que seja por um instante, passar a mão em meu rosto e me dar um abraço.
Na verdade há medo no ar, na realidade, se ela não acredita num futuro pra nós, pergunto: em que poderia acreditar uma pessoa que não confia nem nos próprios sentimentos e inventa desculpas para renegar o que sente?
Eu vivo preso a um passado que me condena, não nego, e isso me faz pagar no presente um futuro que não posso ter.
Qualquer dias desses, bato em sua porta e lhe faço apenas uma pergunta.
Se me ama, me dá tua mão e vem morar comigo.
Se ela amar de verdade como diz, virá. Mas se não, será a última vez que darei chance a este amor.
Posso até seguir sozinho, mas sei que a cada passo dado me distanciando, não foi dado por mim, mas por ela.
Ela que fez tudo para matar um amor tão bonito e que em nossas vidas faria a diferença em tudo.

sábado, 14 de setembro de 2013

NA VIDA TUDO PASSA, MENOS VOCÊ


Tudo na vida passa, só não me passa você
Saudade não tem graça e eu vou tentando te esquecer.
Deixa eu ficar do seu lado e devagarinho te ouvir dizer
Que ainda vai ter uma chance desse romance acontecer.
Não vá me dizer adeus, meu coração me prometeu
Que nunca ia dar errado o nosso caso.
Meu coração ainda é teu, Meu corpo não te esqueceu
É só dizer o que é que eu faço prá ter você aqui prá mim
Andando pela rua te sinto e te percebo, hoje eu queria te ver!
Me lembro de nós dois e fico assim meio sem jeito, querendo só você.
Deixa eu ficar do teu lado.

sábado, 31 de agosto de 2013

O ESPINHO DA ROSA

Eu sempre busquei ser educado, cortês, divertido. Sempre ofereci poesias, busquei proporcionar momentos marcantes que a deixasse feliz. Eu estava feliz aquela noite e queria dividir isso com alguém pela qual valeria a pena viver essa alegria.
Mas percebi, de forma grosseira, que as pessoas de quem menos esperamos podem nos tratar com desdém, desprezo e indiferença. Eu confesso que fiquei chocado, talvez a expressão certa fosse - sem chão. Não, não sou inimigo de ninguém, acredito que em toda e qualquer forma de relacionamento o respeito, o carinho e sobretudo a educação deve ser prezada.
Eu lhe ofereci rosa, mas passo a crer que ela se transformou apenas em espinhos, os mesmos espinho que furaram meu peito, naquele "Não" que soou tão raivoso, tão amargo. Eu ofereci rosa e recebi em troca espinhos.
Mas, não fiquei zangado, com raiva ou qualquer outro sentimento que fosse igual ao que recebi naquele tão sonoro "Não", fiquei triste, decepcionado por saber que o verbo amar pode ser cruel quando não há reciprocidade. Esperaria tudo de toda e qualquer pessoa, mas dela jamais.
No outro dia recebi uma telefonema, talvez ela quisesse se explicar, talvez quisesse ter minhas impressões a respeito de seu ato.
Peço perdão se algum dia vislumbrei um outro futuro, peço perdão por ter tentado ousar sonhar. Mas a verdade se expôs nua e crua, vi outra realidade, passei o resto daquela noite refletindo que - não amar é melhor do que amar, pois o amor tem muitas nuances. Uma hora há sorrisos, abraços e carinhos e noutra hora você é esmagado como fosse nada. Quando você ama alguém e acredita que possa existir um carinho é melhor não arriscar a entregar-se assim tão profundamente numa relação, é melhor estar preparado, você pode receber apenas um seco e triste "Não".

Para que questionar o carinho, o bem-querer, talvez pudesse nem existir nada disso. Talvez a única coisa que devesse existir fosse a consideração por tudo que foi vivido e o que de fato as pessoas representaram em nossas vidas. Engraçado os sentimentos, quando estou com saudade ligo, procuro ver, procuro falar, só isso, já me traz muito conforto para alimentar a luta na busca de tentar ser feliz. Mas há pessoas, que buscam se afastar, como se o tempo e a distância fossem substituir o que você quer e não tem coragem de lutar pra ter. Posso ser bobo, romântico, passado, mas nunca fui covarde em relação aos meus sentimentos. Não sei por quanto tempo ainda vou amá-la, mas isso agora, corre lado a lado com uma grande amargura e a certeza de que seu telefonema e seus beijos, e porque não dizer, seu amor nunca virão.