sexta-feira, 30 de agosto de 2013

PRA SEMPRE

Poderia te prometer mil coisas, poderia falar de meus sonhos e tentar te seduzir para vivê-los junto comigo. Mas o que há para dizer, o que há para falar? Se nossas vidas parecem unidas e divididas por um muro de Berlin.
Talvez, com o tempo você compreenda a dimensão do meu gostar por você, talvez com o tempo você possa descobrir a verdadeira dimensão de seu próprio amor.
Eu tenho certeza, ficaremos juntos, porque não se mata o amor, ele adormece e, contra tudo e todos acorda e, de modo avassalador refaz nossa maneira de viver. Eu sonho com você e em como é bom estar a seu lado. Sinto a inevitável vontade de implodir tudo para estar vivendo uma vida em que você faça parte dela de forma mais intensa.
Não é o beijo, o abraço, o afeto, não é a relação íntima, é a inexplicável necessidade de só querer estar junto. É a inexplicável sensação de simplesmente te amar. Sempre. Eu amo você. E você?

Nenhum comentário: