sexta-feira, 21 de março de 2014

AS DECEPÇÕES DO DIA A DIA

O que nasce de uma decepção, senão vivências que jamais devem ser esquecidas?
A cada dia e cada momento, a pergunta que fica é:
Qual o passo seguinte depois de viver algo assim?
A vida é mesmo cheias de escolhas, algumas bem sucedidas, outras cheias de desacertos. Mas o que seria de nós se todos os caminhos fossem uma sucessão de acertos e escolhas felizes?
Não haveriam lições as serem aprendidas, nenhuma história sobre a qual se fazer reflexões ou mesmo encruzilhadas nas quais pararíamos ante a indecisão de que rumo tomar.
De vez em quando, as decepções são necessárias para passarmos a ver melhor uma série de coisas que na maioria das vezes, fingimos não ver.
Não se pode confundir erro e decepção, o erro é uma escolha ou atitude impensada ou mal-sucedida, já a decepção é o que advem disso, uma decorrência ou consequência.
Há muitos tipos de decepções, as mais comuns, envolvem os sentimentos, são as chamada decepções amorosas. Vivi algumas, a última me abalou muito. Decepções não matam, ensinam a viver. Mas ela cresce quando vem de quem menos esperamos. Nem sempre o belo sorriso condiz com as atitudes e até mesmo as palavras se perdem quando não têm a força da convicção.

E você, já foi decepcionada ou é a causa da decepção de alguém?

Nenhum comentário: