quarta-feira, 13 de maio de 2015

JOVEM VELHO OU VELHO JOVEM?


Temos um carinho especial pela data em que nascemos, se bem que comemoramos o dia em que saímos da barriga de nossa mãe, mas na verdade, se nasce bem antes. Desde quando nosso pais sonham em aumentar a família. Porém, nem todo mundo gosta de comemorar seu aniversário, seja porque não tenha amigos, seja porque quer esconder a idade ou mesmo porque não traga consigo alegrias suficiente para fazer festa.
O importante nisso tudo, é que aniversário é que nem data de ano e natal, a gente quer abraçar todo mundo, ganhar presente, soltar fogos, beber vinho, comer bem e estar no meio de amigos e parentes. Em maio me sinto meio assim, ô mês bonito. Ele é de Maria, é das mães, é das noivas, é das flores, ah, e é também meu mês, até meu dia, 16 é redondo, par e sempre tem cara de um dia útil que vai cair numa quarta-feira. Não importa quantos dezesseis já se passaram, não conto o tempo pela idade, conto pelos momentos de felicidade, vitórias, experiências, aprendizado e conquistas que vou acumulando. E olha que são muitas. Ainda assim, não me sinto velho com meus 5.0, esse, é um motor amaciado e potente, pelo menos na vontade. E se isso quer dizer alguma coisa, posso garantir que se o corpo já não é o mesmo, pelo menos a disposição mental está tinindo de nova. Vamos lá, afinal, se a vida começa aos 40, é nos 50 que atingimos a adolescência da maturidade. 

Nenhum comentário: