quarta-feira, 17 de agosto de 2016

APRENDENDO A SER PAI



 Pai,
tenho ainda tantas coisas para te ensinar. Sim, porque o amor te fez mestre mas teus filhos te fazem aluno. Lembra-te pai, quando me ensinou a esperar o tempo certo de cada coisa?
Igual paciência eu te ensinara bem antes enquanto ainda ansiosamente esperavas nove meses para ser pai.
A mesma paciência que tantas e tantas vezes fiz questão de te ensinar todas as noites em que chorando, te fazia acordar no meio da madrugada.
Lembra-te pai, quando sorrindo me ensinou a falar as primeiras palavras?
Antes mesmo eu te ensinara o significado de amor que mal cabia no seu dicionário.
Lembra-te ainda quando me ensinou a dar os primeiros passos, pai?
Muito antes disso você já havia movido montanhas por mim.
Ah pai, tantas coisas ainda tenho para te ensinar!
Você nasceu ao mesmo tempo que eu,
E cresce todo dia junto a mim,
E como filha orgulhosa te vejo crescer
Como professora atenciosa te vejo aprender.
Seu coração todos os dias ensina, aprende, ama, constrói, sonha.
Ser pai é ser escola da vida, professor e aluno.
Ser pai é ensinar a sonhar.
Ser pai é aprender a amar.
Renova-se todos os dias, sempre há mais uma página a ser escrita nesse livro que escrevemos lado a lado, desde que nascemos e começamos esse aprendizado
com  Paciência
        Amor
        Inteligência
Palavras tão puras e tão serenas
Mas nem de longe tão belas e tão plenas quanto a palavra PAI.

Nenhum comentário: