sexta-feira, 14 de julho de 2017

ANTES DO COMEÇO....




Esta é uma pequena passagem, na verdade uma espécie de prólogo de meu mais novo livro. Uma história mística com seres que habitavam o universo remoto e que veio a originar o nosso universo. Aguardem essa é uma literatura de aventura fantástica como você nunca leu.


“Nos confins do mundo, acima das montanhas geladas do mais alto ponto da terra dos homens, existe um lugar onde para eles a morte é certa. Lá, o vento corta os ossos e o frio congela a alma dos mortais mais corajosos. Em meio a este deserto branco de gelo e de escarpas íngremes, a vida é negada aos aventureiros.
Nestas paragens ermas, eleva-se o gigante de pedra que ultrapassa as nuvens, nele se oculta o portal místico para Celéstia, a cidade dos eternos.
Em eras antigas, Theos, o supremo, determinou que para adentrar ao berço do conhecimento celeste, um dos filhos dos homens chegaria à ponte dos mundos com a missão de reunir para todo o sempre Celéstia e Humá-Niah.
Uma vez na presença do portal místico, apenas, quem possuir a pedra de Eile, e ser descendente direto do pai de todos os homens, poderá abri-lo.
Esta foi a única esperança que restou aos filhos de Humá-Niah, desde de que Eile, Senhor imortal e detentor da Gemina-prima entoou a cântico da criação para os filhos de Nhurk.   
Mas saibam, ó mortais! Aquele que dentre vós fizer a travessia do portal de Mytratus, estará trilhando um caminho sem volta, porque apenas aos Elohins foi dado o privilégio de caminhar entre as estrelas.”



--> Escritos de Hodesian, Tomo Terceiro, Sexta passagem 

Nenhum comentário: